#ABALAR

Criação de Carlos Marques (2020)

É um projeto one man solo, um concerto portátil e volátil que assinala 10 anos de criações para teatro de Carlos Marques.

Em palco um homem desenha um traço grosso no chão criando uma fronteira, um rasgão, ou, quiçá, uma linha de partida. Um risco permanente marca um lugar onde um homem, que se confunde com o seu território, parte à deriva como se uma jangada de pedra se tratasse, diria Saramago.

Um homem firme nas suas convicções, apercebe-se da necessidade imediata de abalar. Para não se perder, para não perder a sua identidade e as suas raízes, para voltar a ter um significado na sua vida. Abala, talvez, para que um futuro melhor possa acontecer. Será que abalar é um ato de rebeldia ou cobardia?

FICHA ARTÍSTICA

Criação e interpretação:

Carlos Marques
Vídeo:

Rodolfo Pimenta e Carlos Marques
Voz off:

Ana Marques, Diogo Andrade, Luís Correia Carmelo, Paulo Canas, Ricardo Correia, Rui Pina Coelho, Sandy Gajeiro, Susana Cecílio, Senhor Ubuíça, Vitalina Roque Sofio, entre outros amigos que se têm juntado nesta aventura de tentar fazer o mundo um lugar mais bonito.
Produção:

Alexandra Jesus
Coprodução:

Câmara Municipal de Évora, Trimagisto e Algures 

Classificação Etária: m12

IMG_8378
IMG_8435_edited
IMG_8341
IMG_8209_edited